10 outubro 2018

Arraiolos – Rede Pedonal vai ligar bairros

Apresentação do “Projeto de construção e requalificação da rede pedonal de ligação do Bairro da Cruz da Barreta aos equipamentos públicos, espaços multiusos e parque de feiras”.

A Câmara Municipal de Arraiolos promoveu a apresentação pública do “Projeto de construção e requalificação da rede pedonal de ligação do Bairro da Cruz da Barreta aos equipamentos públicos, espaços multiusos e parque de feiras”.
O projeto de arquitetura é da EDRV – Arquitetura Paisagística, com coordenação da Arq. Ana Rita Luz Mestre e os projetos de especialidades foram da responsabilidade do Gabinete AC/Eng. António Carrasqueira e do Eng. João Giga.
Sílvia Pinto, presidente da Câmara Municipal de Arraiolos no inicio da sessão apresentou de forma sucinta os objetivos do projeto e referiu que o mesmo terá um valor estimado em 1.650.000 euros dos quais 388 674,54 euros corresponderão ao financiamento do “Portugal 2020”.
Sílvia Pinto considerou este projeto estruturante para o “melhoramento das acessibilidades na envolvente do Arraiolos Multiusos, na valorização do espaço para realização de eventos, mas sobretudo com introdução de melhorias significativas no uso diário pela população.”
A obra deverá ter início em 2019 estando prevista uma duração de 18 meses.
Foram ainda referidos como aspetos fundamentais desta intervenção, a mobilidade urbana e as acessibilidades, o estabelecimento de ligações entre as diferentes zonas, aumento do conforto e da segurança, definição de zonas de circulação pedonais e ciclovias.
A criação de ligações pedonais é determinante no acesso às Piscinas Municipais, ao Centro de Saúde, ao Parque Desportivo da Manizola e ao Arraiolos Multiusos que carecem da criação deste eixo com estruturas de acessos e outros usos definidos, em programa integrante do projeto agora dado a conhecer à população.
Na apresentação efetuada pela Arq. Ana Rita Luz Mestre foram especificados alguns dos usos propostos, nomeadamente, Parques de Estacionamento, Zona Multiusos, Praça de restauração, Praça Central, Zona de Jogos Tradicionais, Parque de Feiras e Miradouro.
Mais referiu a Arq. Ana Rita Luz Mestre que as soluções para as barreiras físicas, taludes, paisagem envolvente, arborização e iluminação procuraram acolher uma vertente ecológica com respostas de eficiência energética (onde sobressai a utilização de led's) e de poupança de água (sistema de rega e plantas a utilizar) bem como a prevenção de erosão e arrasto de terras soltas em zonas de terreiro (drenagens e gabião).
Os arraiolenses presentes tiveram oportunidade de se pronunciar sobre o projeto e as soluções apresentadas, colocando questões concretas sobre materiais, espécies de árvores e arbustos, segurança e equipamentos.
Sílvia Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Arraiolos agradeceu a participação interessada dos presentes e realçou o objetivo de proporcionar a utilização desta zona para o lazer, melhorar a mobilidade e tornar todo o espaço acessível, tendo em vista a questão primordial da ligação dos Bairros da Cruz da Barreta e da Manizola, bem como da utilização para a realização de eventos, aspetos patentes no “Projeto de construção e requalificação da rede pedonal de ligação do Bairro da Cruz da Barreta aos equipamentos públicos, espaços multiusos e parque de feiras”.