17 abril 2020

Medidas Preventivas - Espaços de acolhimento

Centros de Acolhimento Temporário

Face à pandemia COVID-19, e no atual quadro de Estado de Emergência de Saúde Pública que nos encontramos urge a necessidade de implementação de medidas preventivas que minimizem impactos nas populações . Nesse sentido, a Câmara Municipal de Arraiolos, em estreita colaboração com a Autoridade de Saúde, a Segurança Social e a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, procedeu à criação de espaços no concelho que se destinam a servir de retaguarda e apoio às Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, em caso de necessidade de deslocação temporária de utentes .Com cerca de 110 camas, foram definidos as infraestuturas de Escola EB1 + JI e o Gimnodesportivo em Arraiolos, a Escola Primária e uma habitação propriedade da Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Igrejinha, a Capela da SCMV e a Escola Primária (sede da Ass. Jovem) no Vimieiro, para funcionamento de Centros de Acolhimento Temporário. Este espaços podem ser acionados assim que a Autoridade de Saúde o determinar por qualquer situação que venha a surgir no âmbito da situação pandémica COVID-19.
Simultaneamente, o Arraiolos Multiusos está preparado com 30 camas de campanha, para a eventual necessidade de acolhimento de forças operacionais, assim como um apartamento na Rua Comandante Caixeiro, para acolher funcionários da área da Saúde ou das forças de Segurança que por questões preventivas necessitem de um espaço de residência temporária.

Tal só foi conseguido com a parceria e solidariedade de várias entidades, endereçamos um agradecimento ao Exército Português, à DGEstE -DSRA, às Santas Casas da Misericórdia de Arraiolos e Vimieiro, ao Centro Social e Paroquial de Arraiolos, à Pousada Convento de Arraiolos e à Sociedade Agrícola D. Diniz. S.A., com a cedência de camas .